Fatores externos para o ganho de massa muscular

Qualquer pessoa adepta a hipertrofia sabe que ganhar massa muscular não é um processo fácil nem rápido: é necessário muito esforço e muita dedicação para alcançar o corpo desejado, e mesmo assim, muita gente não consegue. Isso ocorre porque além do suor derramado, muitos outros fatores influenciam no ganho de massa muscular, como a carga hormonal de cada pessoa, e a dieta que o atleta consome: esses também são fatores essenciais e importantíssimos para definir o aumento dos músculos. Por isso, se você está penando na academia para melhorar o seu físico, confira a seguir porque os resultados podem não estar sendo os desejados no seu caso.

dieta massa muscular
A dieta é um fator fundamental no ganho de massa muscular

Ajuste sua carga hormonal

Muitas pessoas têm dificuldade para conseguir músculos simplesmente porque não têm uma carga hormonal no organismo que favoreça o crescimento muscular. Algumas pessoas tentam contornar esse problema tomando as chamadas bombas: suplementos hormonais para ganho de massa muscular que são eficientes, mas muito perigosos para a saúde, pois desequilibram a produção natural de hormônios para o organismo.

Por isso, uma oportunidade boa para quem deseja incrementar o ganho de musculatura, é consumir suplementos naturais para ganhar músculos – o melhor deles é o Metadrol – que estimulam a produção natural de hormônios no seu organismo, se efeitos colaterais, e com resultados muito semelhantes aos suplementos artificiais de hormônios. O Metadrol aumenta seus músculos através do estímulo da produção natural de testosterona e do HGH, o chamado hormônio do crescimento, que são peças chave fundamentais para qualquer fisiculturista ou atleta amador que queira deixar seu corpo mais forte e bem definido.

Por isso é importante lembrar: sempre que for consumir um produto que prometa aumentar sua massa muscular, confira antes qual o princípio ativo dele, se ele é hormonal ou natural.

Melhore a sua dieta

O primeiro erro de muita gente que começa uma rotina de treinamentos é achar que somente puxar ferro vai te garantir um corpo sarado e bem definido. Ledo engano: quase tão importante quanto o treinamento em si é a dieta que o atleta se propõe a consumir para a sua rotina de treinamentos. Isso significa que um dos primeiros passos é a justar o que você come para obter os melhores resultados para ganhar massa muscular.

O primeiro passo, nesse caso, é melhorar o que você come: para ganhar peso, seja massa gorda, ou massa magra, a conta é bem simples: você precisa consumir mais calorias do que você gasta. Mas isso não significa necessariamente que só consumir calorias vai te ajudar a ganhar músculos: é preciso ser seletivo. Os alimentos ideais para melhorar a performance dos seus treinos são aqueles ricos em proteínas, como carnes, peixes, ovos, leite e proteína de soja. Esses alimentos são metabolizados pelo organismo e servem de substrado para a construção de novos tecidos musculares que vão compor seu corpo bem definido.

Você deve evitar, a todo o custo, o consumo de alimentos muito gordurosos, frituras e açúcares – a menos que você sinta falta de energia nos seus treinos – pois esses alimentos vão acumular gordura no seu organismo, deixando a sua musculatura menos definida e aparente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *